23 de julho de 2017

Isso é o que acontece quando a polícia chega junto ao tráfico nas favelas cariocas (vídeo)


Traficantes fazem treino para atacar polícia do Rio ( vídeo)


Vídeo: Traficantes comemoram aniversário no Rola, na Zona Oeste carioca (vídeo)


Banda Go´Play Sombra da maldade/Meu Lugar no Teatro Municipal de Rio das Ostras (vídeo)


Festival de Inverno em Rio das Ostras é puro sucesso (vídeos)


Surf: Jbay nota 10! Tubarão, barco surfista e Toledo campeão (vídeo)


Jovens são detidos pela PM com cocaína e maconha em Macaé

Quatro jovens e um adolescente foram detidos por tráfico ilícito 
de drogas na tarde desta sexta-feira (21) em Macaé. De acordo com 
a Polícia Militar, eles estavam com 199 pinos de cocaína, 524 
buchas de maconha, R$ 395 em dinheiro e dois cadernos de 
anotações. O caso ocorreu na Praça Principal da Rua 62, no
 Parque Aeroporto.

Segundo a PM, os suspeitos tem idades entre 18 e 20 anos 
e o menor tem 17. Eles foram encaminhados para a 123ª DP.

Imperdível a seção 'Colíro Especial com a surfista Alexis Ren'

Resultado de imagem para Alexis RenConfira as fotos em: Colírio Especial : Alexis Ren

Mundo: Por dentro das gangues de adolescentes armados em Liverpool


Como a cena de gangues da cidade inglesa está despertando novamente.

Estamos dirigindo pelos subúrbios do norte de Liverpool não muito longe de Croxteth, onde Rhys Jones, de 11 anos, foi baleado acidentalmente pelo membro de gangue de 16 anos Sean Mercer em 2007. Foi a rivalidade violenta entre a Croxteth Crew e a Strand Gang de Norris Green que levou à morte de Rhys, que voltou ao foco público este ano com o drama televisivo Little Boy Blues.
Estou no carro com Paul Walmsley, um ex-membro de gangue que foi um dos bandidos mais procurados da Inglaterra no final dos anos 2000, e com a criminologista Grace Robinson. Estamos aqui porque, depois de anos de queda na violência armada na área desde que Rhys foi morto, ela está explodindo de novo. No final de junho, foram quatro tiroteios em sete dias, parte de uma escalada de crimes com armas que confundiu as autoridades e deixou as comunidades esperando nervosamente pelo próximo eco de tiro. E a parte mais preocupante é que a maioria desses crimes envolvem garotos muito jovens.
Quando viramos a esquina do bairro de Norris Green onde Walmsley cresceu, vemos um grupo sentado num muro. Quando Paul reconhece um deles — depois sou informado que ele é um dos gangsteres mais letais de Liverpool, e que os outros ali são figuras-chave da cena de gangues local — paramos e saímos do carro para uma conversa rápida.
Os mais jovens não conhecem Walmsley; poderíamos ter sido parados em segundos se não fosse por sua conexão com um dos rostos mais velhos do grupo. E mesmo assim, um carro dá voltas no quarteirão, os ocupantes olhando desconfiados para nós. Apesar de uma regeneração parcial e uma ofensiva da unidade antigangue Matrix da Polícia de Merseyside desde a morte de Rhys, Norris Green ainda é volátil o suficiente para formar áreas de entrada proibida para pessoas de fora e policiais a pé.
Robinson me explicou mais cedo que embora Norris Green e Croxteth não sejam mais considerados centros do crime armado, o problema passou para bairros ainda mais pobres, como Bootle, Kirkby e Fazakerley.
Segundo ela, há uma nova geração de criminosos de rua, geralmente recrutados por criminosos mais velhos, que rapidamente ganha a reputação de ser mais descarada nos esforços para evocar medo nos rivais. Quando Sean Mercer baleou Rhys Jones uma década atrás, ele estava armado com um revólver velho da Primeira Guerra Mundial e uma mountain bike. As gangues de rua de hoje usam mais motos e quadriciclos de baixa cilindrada, levando espingardas de cano serrado. Apesar do respeito pelas mulheres entre a maior parte da classe criminosa de Liverpool, esses garotos dizem aos inimigos "Vamos pegar sua mãe", antes de atirar contra casas e enfiar bombas caseiras em caixas de correio.
Pergunto a um dos caras sentados no muro — que, aos 25 anos, já notou a mudança da maré — por que ele acha que a coisa está deslanchando neste verão, quando em 2016 parecia que a polícia tinha tudo sob controle. "Essa geração é louca. Eles não dão a mínima", me diz ele. "Eles não têm medo e é fácil conseguir uma arma. Eles não frequentam a escola e não têm dinheiro, fora o pouco que ganham vendendo maconha. As mães são viciadas ou alcoólatras, e os pais estão presos por assassinato ou mortos. Esses tiroteios não são por causa de dinheiro ou drogas. Eles não têm nada a perder — eles só se importam com respeito."
Para membros de gangue que querem provar alguma coisa, armas de fogo e motos são um jeito eficiente de espalhar medo e causar danos, para depois fugir rapidamente. A polícia admite que o crescimento na disponibilidade de armas de fogo poderosas nas ruas de Liverpool é um grande problema.
Denis Moran, um policial aposentado envolvido com a unidade Matrix, me disse que esses adolescentes, que vão regularmente para o interior para vender drogas, também estão roubando armas sob encomenda: "Há uma ligação com os condados aqui. Jovens estão indo vender drogas em Cheshire, Cumbria e Shropshire, e são incumbidos de roubar armas de fogo para usar nas ruas da cidade".
Ele diz que espingardas que os fazendeiros usam para cuidar de animais invasores são roubadas das casas enquanto os donos estão trabalhando no campo. Ele acredita que mesmo que muitos tiroteios tenham começado por rivalidades entre bairros e pequenos insultos, alguns estão ligados a dívidas e disputa de território de venda de cannabis.
Para entender essa crise, você precisa ter uma ideia do que se passa na cabeça dos garotos no meio desse caos armado.
Robinson, que está pesquisando sobre gangues e violência juvenil na Edge Hill University em Liverpool, passou muitas horas falando com membros de gangue e especialistas em crime juvenil dos subúrbios quase completamente brancos do norte da cidade.
Por trás da intimidação, das jaquetas pretas North Face e do corte de cabelo "ketwig" estão algumas das crianças mais negligenciadas do país, que parecem presas numa vida de crime e violência desde cedo.
"É difícil ajudá-los porque suas famílias geralmente estão envolvidas com gangues. O pai está preso, o avô está preso e o namorado da mãe é de uma gangue. A própria mãe de um garoto com quem falei é integrante de uma gangue e obriga os filhos a roubarem e venderem drogas. Eles acham que é normal", diz Robinson.
Para a criminologista todos os jovens de gangue com quem teve contato vêm de um lar frágil: eles estão no sistema de adoção, em famílias com um só dos pais ou sendo passados, de casa em casa, entre parentes. A maioria deles é expulsa da escola aos 14 anos. "Falei com um garoto ontem", diz Robinson, "que disse que não aguentava aquilo. Ele odiava os professores mandando nele, então começou a bater nos professores. Ele não frequentava a escola desde então."
Um adolescente de Liverpool segurando uma espingarda. Foto: Liverpool Echo.
Os subúrbios do norte de Liverpool sempre foram um lugar difícil para crescer. Libertado ano passado depois de cumprir pena pelo envolvimento num esquema para contrabandear £3,5 milhões em heroína, Walmsley estava na carreira criminosa desde a adolescência, ganhando favores entre os mais velhos por ser inteligente e manter a boca fechada. Agora, aos 48 anos, ele é um life coach que ajuda jovens infratores a desistir do envolvimento com gangues.
Segundo Walmsley, a explosão da violência entre a nova geração vem de um vácuo de poder criado pela remoção de membros de alto escalão das gangues do norte de Liverpool depois da morte de Rhys Jones. Ele diz que uma onda similar de violência aleatória aconteceu depois que a polícia varreu as gangues de Liverpool nos anos 90. Cortar cabeças do monstro tira jogadores sênior da cena, diz Walmsley, mas também leva o caos às ruas.
"Quando eu estava nessa, havia uma hierarquia. Agora todo mundo é autônomo", me diz ele. "Uma nova geração está emergindo e precisa fazer um nome para si; eles precisam ter uma reputação, então precisam fazer alguma coisa para ganhar isso. Você precisa de segundos para identificar alguém na sua área, ter uma arma entregue na sua mão e disparar contra alguém, mas isso dá a eles dez anos de credibilidade. Celulares são como uma forma de vigilância interna no bolso de todo mundo: você sempre pode ser alertado de que alguém está no seu caminho."
Um rosto muito conhecido das gangues de Liverpool, "Billy" — que "aterrorizou" a cidade nos anos 2000, segundo Walmsley — foi liberado no começo do ano depois de cumprir uma longa pena por porte de armas e drogas. Billy me diz que hoje em dia, como a coisa é mais sobre notoriedade que antes, quanto maior o espetáculo melhor. Essa seria uma das razões atribuídas aos recentes tiroteios em plena luz do dia na região.
A esposa, que é uma enfermeira num hospital local, diz que só viu uma vítima de tiroteio à noite. "Semana passada meu primo foi preso por envolvimento num tiroteio, mas acabou sendo interrogado na delegacia de Birkenhead porque todas as celas de Liverpool estavam lotadas com pessoas em custódia por causa dos tiroteios", diz Billy. "Você respeitava assassinato no meu tempo, mas agora matam por qualquer coisa. Liverpool é uma 'fossa' que foi abandonada pelo governo. Quanto valeriam essas casas em Londres? Aqui elas saem por £30 mil."

Quase uma década de austeridade atingiu os subúrbios já decadentes de Liverpool, como Knowsley, com toda força. Com a pobreza em disparada, em alguns casos os jovens são atraídos para o crime só para ter dinheiro para comer. Não é surpresa então que a prática estilo Dickens de "exploração criminal infantil" esteja criando um exército de garotos envolvidos no crime cada vez mais jovens.
"Pessoas que trabalham com jovens infratores estão vendo crianças cada vez mais novas se metendo em encrenca com gangues em Liverpool", diz Robinson. "Com a promessa de dinheiro e às vezes até comida, os mais velhos pedem que crianças invadam casas — porque elas são menores — e escondam drogas. Um garoto de sete anos foi pego escondendo a arma de outra pessoa em sua mochila da escola."
Garotos dirigem motos dentro de um shopping em Liverpool. Screeshot porLiverpool Echo .
Crianças com pais que não estão envolvidos em crimes estão se voltando contra os gangueiros. Robinson diz que um pai estava preocupado porque o filho passava semanas fora, depois descobriu que ele estava vendendo drogas em Cumbria para uma gangue de Liverpool. Ele explicou ao filho que o amava, e que seus chefes não tinham respeito por ele. O garoto ouviu dos membros das gangues que os pais só queriam impedi-lo de se divertir, então disse ao pai que os membros da gangue viriam dar uma surra nele se ele não o deixasse em paz.
Em janeiro, um membro de gangue que não conseguiu pagar uma pequena dívida de drogas teve a casa visitada por membros de gangue em Kensington. Ele não estava, então a gangue quebrou tudo lá dentro e esfaqueou seu pai no processo.
Quando eles estão isolados de seus amigos e família, os laços se apertam, diz Robinson. Membros mais velhos exploram a confiança dos mais novos dando dinheiro, drogas ou alojamento "grátis", só para depois exigir pagamento em serviços. Mesmo se esses jovens tivessem coragem para sair, os crimes que cometeram são usados contra eles na forma de chantagem para que eles fiquem.
Esses garotos evitam álcool. Em vez disso, eles fumam muita maconha, não porque estão cultivando a erva, mas para mascarar emoções com que não conseguem lidar, acredita Robinson. Quanto a Sean Mercer, é fácil apontar esses garotos como "selvagens" sem emoção que precisam ser enjaulados. Mas vá um pouco mais além e as coisas não serão tão unidimensionais assim.
"Eles têm essa fachada. Você não acreditaria que eles estão envolvidos em qualquer crime, porque parecem muito inocente. Mas quando você consegue que eles se abram e sejam honestos, na verdade eles são muito simpáticos. Eles falam com calma e são educados", diz Robinson. "Na fachada eles não têm respeito. Eles não respeitam os pais. Mas quando se abrem, o que não é muito comum, isso está lá."
E as recompensas são passageiras para esses garotos. Diferente de membros de gangue do passado, que alcançavam algum sucesso como Walmsley, que conseguiu sair de Liverpool e morar numa casa grande no interior, a safra atual está cada vez mais num beco sem saída. "A maioria deles não sai da área onde cresceu", diz Robinson. "Eles nunca conseguem ser promovidos para mais nada. Eles acabam na cadeia ou mortos."
A menos que recebam uma chance de sair.
Contra uma maré alta de pobreza, e com os jovens de algumas das partes mais pobres do Reino Unido cada vez mais atraídos para as margens da sociedade, Walmsley está usando suas experiências para tentar tirar os adolescentes de Liverpool do moinho das gangues. "Quero que eles tenham um senso de valor, de conquista, de pertencimento", diz Walmsley, que se tornou autor e conselheiro na prisão. "Eles deveriam estar com as famílias, com pessoas que realmente os amam, não com gente que daqui 20 anos não vai dar a mínima para eles.
"Precisamos conscientizá-los de que eles têm escolha, em vez de os trancá-los do outro lado e os tratar como escória. Porque eles não são — são seres humanos: eles merecem uma chance."

Mundo: A polícia invadiu uma orgia de padres regada a drogas no Vaticano

O Papa Francisco estaria "furioso" depois que policiais, supostamente, acabaram com uma orgia gay regada a drogas no Vaticano, no apartamento de um padre de alto escalão da Igreja.
Resultado de imagem para papa francisco
A informação é do jornal italiano Il Fatto Quotidiano, que noticiou que a polícia teria invadido o apartamento do padre depois que vizinhos reclamaram de comportamento estranho e "pessoas entrando e saindo" do local. Lá dentro, eles teriam topado com uma orgia gay e muitas drogas.
O jornal italiano informou que o Papa estava furioso com a notícia.
O organizador da festinha era um assessor de 50 anos do Cardeal Francesco Coccopalmerio — presidente de muitas congregações, incluindo do Conselho Pontífice de Textos Legislativos — chamado Luigi Capozzi. Coccopalmerio é uma figura importante na Igreja, sendo um dos conselheiros-chave do Papa — ele foi indicado ao posto em 2007 por intermédio do Papa Bento.
O Palácio do Santo Ofício, onde a suposta orgia aconteceu. Foto via Wikimapia .
O apartamento onde tudo aconteceu era de propriedade da Congregação para Doutrina da Fé – às vezes chamado de Palácio do Santo Ofício – e um frequentador típico do lugar era Coccopalmerio. Capozzi, que é um monsenhor, foi preso quando a orgia foi desbaratada, mas nenhuma queixa foi prestada ainda. Capozzi também teria sido levado a um hospital para se desintoxicar das drogas que consumiu.
Além de seguidos escândalos de pedofilia, parece que o Vaticano está passando, na falta de um termo melhor, por um pequeno problema de orgias. Em 2015, um padre de 50 anos no sul da Itália foi suspenso por se envolver em orgias gays, e no começo do ano, um padre de Nápoles foi suspenso por alegações similares.
Il Fatto Quotidiano informou que a aposentadoria de Coccopalmerio pode ser acelerada como resultado da orgia do assessor.

Um brasileiro fundou a primeira igreja de 'Overwatch'

"Hanzo é meu pastor e flechas não me faltarão."

Com a recente ascensão de religiões cristãs, só nos últimos sete anos a Receita Federal registrou a fundação de quase 70 mil igrejas no Brasil. Para mostrar na prática como é fácil abrir uma instituição religiosa isenta de taxas como IPVA e IPTU, o estudante de jornalismo da UFSC Mateus Mognon abriu uma igreja para cultuar o ninja Hanzo, o personagem mais odiado de Overwatch.
O projeto todo é uma piada, mas uma piada meio séria: Mateus bolou uma reportagem sobre a abertura de igrejas pro curso de jornalismo investigativo da sua graduação e, apesar de ser uma ideia hilária para qualquer um que já sofreu com jogadores muito ruins que insistem em usar o Hanzo no Overwatch (sério gente, por que vocês fazem isso? Tem tantos outros personagens), o projeto tece críticas sobre a explosão no número de igrejas no Brasil.
Foi através desse trabalho de universidade que nasceu a Igreja Nacionais de Hanzo, fundada em junho deste ano. "Meu objetivo não era apenas provar que começar uma igreja não é desafiador, mas chegar aos limites do sistema", disse Mateus em uma publicação no blog Nacionais em que ele explica passo a passo o processo de se abrir uma igreja com imunidade tributária no país.
No papel, a igreja funciona como qualquer outra: ela prega "a paz e harmonia na internet e em comunidades online", reconectando a benevolência religiosa com os tempos modernos de trolls e jogadores horríveis em partidas ranqueadas, além de dedicar um dia na semana para estudos religiosos – no caso, jogarOverwatch.
Na prática, a Igreja Nacionais de Hanzo existe só na zoeira da internet e nos seus registros de fundação, porque ela não tem espaço de culto ou uma rotina de atividades religiosas. A primeira igreja do mundo feita para cultuar Overwatch foi criada apenas para questionar o uso da imunidade de imposto por grandes instituições religiosas no Brasil. Na sua reportagem, Mateus mostra que as igrejas menores de fato precisam da imunidade para continuarem com suas ações de caridade.
Apesar de a igreja de Hanzo ser de mentira, o seu fundador garante que a sua paixão por Overwatch não é. "Só ganhei o jogo uma semana antes do Dia dos Namorados e a apuração da reportagem já estava bem avançada na época", Mateus explicou numa conversa comigo. "Mas desde o lançamento, Overwatchme cativou. É um jogo lindo e com personagens muito bem trabalhados."

via GIPHY

Capa da Sexy de agosto diz que homens sarados são vaidosos demais

Luciane Hoepers perdeu quatro quilos e exibe corpão em ensaio sensual

Luciane HoepersDivulgação
Rio - Capa da Sexy de agosto, Luciane Hoepers exibiu suas curvas durante um ensaio sensual. A Musa da Lava Jato, que está solteira, contou que se sente atraída por homens sarados, mas não tem muita paciência com eles.
“A maioria é metrossexual. Sou vaidosa e eles acabam competindo comigo. Ter que dividir meus cremes não é fácil. Por isso, desapego”, conta a gata aos risos.
Falando em forma física, Lu contou que agora está mais sarada. “Aderi ao perfil mais ‘sequinha’ não por moda, mas pelas exigências das marcas que faço as campanhas. 
Resultado de imagem para Luciane HoepersPerdi 4kg com saúde e sem perder a qualidade muscular que levei anos para adquirir”, disse ela, que mesmo com os pedidos dos seguidores, não passa sua dieta. O motivo é que o plano alimentar deve ser feito de forma personalizada. 
Resultado de imagem para Luciane Hoepers

Brasil: Filho de Pelé volta à cadeia para cumprir pena de 12 anos

São Paulo - O filho de Pelé e ex-goleiro Edson Cholbi Nascimento, o Edinho, voltou para a prisão na tarde desta sexta-feira. O ex-jogador cumpre pena de 12 anos, dez meses e 15 dias de reclusão, em regime fechado, por lavagem de dinheiro do tráfico de drogas.
Edinho se apresentou ao 5º Distrito Policial de Santos (SP). Na quinta-feira, a 14ª Câmara de Direito Criminal do Tribunal de Justiça de São Paulo (TJ-SP) rejeitou por unanimidade os embargos oferecidos pela defesa de Edinho e determinou a expedição do mandado de prisão.
O ex-goleiro Edinho, filho de Pelé, foi condenado pelo crime de lavagem de dinheiroDivulgação
Edinho foi preso provisoriamente em 2005 , acusado de ligação com a quadrilha chefiada pelo traficante Ronaldo Duarte Barsotti de Freitas, o Nadinho. O goleiro ficou seis meses na cadeia e foi solto com habeas corpus concedido pelo Supremo Tribunal Federal.
Em 2014, no entanto, ele foi condenado a pena de 33 anos e quatro meses reclusão, mas permaneceu em liberdade, já que havia a possibilidade de recursos.  No dia 23 de fevereiro de 2017, a 14ª Câmara de Direito Criminal do TJ-SP confirmou a condenação, mas reduziu a pena para 12 anos e dez meses, em regime fechado.
No dia seguinte, Edinho se apresentou à polícia. Horas antes, a defesa já havia entrado com habeas corpus no Supremo Tribunal de Justiça e o ex-goleiro foi solto em 2 de março.
Em 31 de março, o TJ-SP rejeitou mais uma vez os embargos da defesa e determinou a prisão do réu. A defesa impetrou habeas corpus ao STJ, que foi aceito antes de Edinho ser preso. Com a recusa dos embargos, a prisão foi determinada, mas já há pedidos de novos habeas corpus no STJ e no STF.

22 de julho de 2017

Vídeo: Traficantes do Comando Vermelho exibem arsenal em novo vídeo no YouTube


Vídeo: CABO FRIO: Comércio de Tamoios sofre com crescente número de assaltos


Adolescente que morreu eletrocutado em poste tem rosto desenhado em muro em praia de Rio das Ostras

Cidade 24 H

No rosto um sorriso contagiante e um olhar sereno. A arte urbana ganhou forma na Praia do Centro, local onde Érick Santos, de 15 anos, morreu eletrocutado, após encostar-se a um poste que precisava de manutenção. A fatalidade aconteceu em Abril de 2014. Veja como ficou o muro que recebeu o grafite em homenagem a Erick e relembre essa emocionante história.

Adolescente é apreendido com cocaína ao tentar fugir da PM em Macaé

Um adolescente de 15 anos foi apreendido com 113 papelotes 
de cocaína na noite desta quinta-feira (20) em Macaé 
Segundo a Polícia Militar, ele foi detido ao tentar fugir dos 
agentes no Lagomar.

A abordagem do Grupamento de Ações Táticas de PM foi 
feita após denúncia anônima sobre um homem que estaria 
vendendo drogas na Rua W 18. Após ser capturado tentando 
fugir, o jovem foi levado para a 123ª Delegacia de Polícia.

Confira em vídeo: MACAÉ: Polícia Militar descobre depósito de facção criminosa



Drogas e armas eram guardados em Fazenda Pitangas, que fica na Rodovia Amaral Peixoto. A facção criminosa, ADA, usava o local como uma espécie de depósito. Um suspeito foi preso e todo o material apreendido. 

Prefeitura e Cedae firmam parceria para melhorar o abastecimento de água em Rio das Ostras

Medida contribuirá para melhoria do abastecimento e ampliação do atendimento em novas localidades na região Norte

O prefeito de Rio das Ostras, Carlos Augusto, recebeu em seu gabinete, na tarde de quinta-feira, dia 20, o diretor de interior da Cedae, Heleno Silva, e o gerente regional da companhia, Fernando Arruda.  Durante a reunião, ficou acertada a parceria entre a Prefeitura e a Cedae na realização da obra que vai viabilizar o funcionamento dos dois reservatórios de água localizados no Colinas, com capacidade total de 2,5 milhões de litros, o que possibilitará a melhoria no abastecimento da região norte e o atendimento de novas localidades, como parte do Âncora, Ouro Verde, Enseadas das Gaivotas, entre outras.

Para o prefeito Carlos Augusto, é importante que a Cedae realize mais investimentos na cidade para atender novas localidades e manter o abastecimento regular durante a alta temporada. “Apesar das dificuldades que estamos enfrentando, continuamos trabalhando para garantir a melhoria na prestação de serviços à população, principalmente nessa questão do abastecimento de água, que mesmo não sendo uma obrigação do município, sempre fomos parceiros da Cedae”, pontuou o prefeito.

De acordo com os representantes da Cedae, para solucionar a questão dos reservatórios e da adutora é necessária a realização de uma obra para que o sistema entre em funcionamento. “Para garantir o funcionamento, é preciso a construção de blocos de ancoragem, a instalação de um booster e a ligação da energia elétrica para que a bomba possa funcionar perfeitamente. Com essa importante parceria da Prefeitura, acreditamos que esse sistema esteja em funcionamento já no próximo verão”, explicou Heleno Silva.

Prefeitura de Rio das Ostras segue com ações de limpeza

Esta semana, foi realizada a limpeza de canais e valas de escoamento em Cidade Beira Mar

A Secretaria de Manutenção da Infraestrutura Urbana e Obras Públicas de Rio das Ostras continua com o cronograma de ações dentro do Município. Esta semana, foi realizada a limpeza de canais e valas de escoamento na localidade de Cidade Beira Mar. Equipes da Secretaria também seguiram com outros serviços na cidade.



O nivelamento de ruas não pavimentadas foi feito nas localidades de Cláudio Ribeiro e Portelinha, Mar do Norte, Praiamar, Recanto e Cantagalo, principalmente nas vias em que circulam as vans.


Já no Jardim Campomar, foi dado início ao trabalho de ampliação de rede de esgoto, divulgado na última quarta-feira. Em Nova Cidade, continua o serviço de limpeza de caixas-ralo, sarjetas e poços de visita.


Na próxima semana, novas ações serão realizadas no Município, contemplando várias localidades. 

Rio das Ostras implanta sistema de monitoramento via GPS para transporte público de passageiros

Centro de Controle Operacional será instalado para visualizar e controlar em tempo real a rota, a velocidade e demais informações dos veículos em circulação

A Prefeitura de Rio das Ostras está implantando o sistema de monitoramento via GPS nos veículos utilizados no Transporte Coletivo, sendo vans e ônibus, além de táxis e escolares. A medida visa a segurança e o conforto dos usuários e permissionários.
A portaria com essa resolução, publicada no Jornal Oficial do Município, determina que os sistemas instalados pelos operadores devem ter capacidade de replicar os dados do monitoramento para o Centro de Controle Operacional, que está em fase de instalação na sede da própria secretaria. Desta forma, será possível visualizar e controlar em tempo real rota, velocidade e demais informações dos veículos em circulação.

Segundo o secretário de Transportes Públicos, Acessibilidade e Mobilidade Urbana do Município, Antenor Lopes Martins, a Administração Municipal buscou referências em todo o estado onde o sistema está implantado. “Estamos primando pela segurança do cidadão e melhor administração por parte da Prefeitura e para controle do próprio permissionário. Teremos fiscais durante 24 horas de monitoramento e com isso, qualquer situação atípica que aconteça poderemos acionar as autoridades competentes”, disse.

SEGURANÇA - O bom motorista só tem a ganhar com a implantação do sistema de monitoramento por GPS, uma vez que será possível saber com precisão onde as vans estarão circulando, se cumprirão o horário, trafegando com respeito ao limite de velocidade permitido. Os passageiros poderão fazer reclamações no próprio sistema, permitindo assim total transparência para a Prefeitura e para os usuários.
Recentemente houve uma reunião com cerca de 90% dos permissionários, onde, entre outros assuntos, eles foram informados sobre a instalação do sistema de monitoramento. A expectativa é que com um baixo investimento os permissionários evitem transtornos bem maiores, como roubos de seus veículos, por exemplo, uma vez que muitos veículos não possuem seguro.


MONITORAMENTO – Os concessionários e permissionários têm noventa dias, a contar da publicação da portaria 017, com republicação em 14 julho, para a instalação do GPS em toda a frota. A partir da implantação do sistema também será possível informatizar e criar um banco de dados totalmente digitalizado da Secretaria, inclusive com a possibilidade de acesso por meio da internet.
É importante destacar que a livre concorrência foi priorizada em todo o processo. “O permissionário tem toda liberdade de escolher a empresa da sua confiança para a aquisição do GPS, desde que atenda os requisitos da portaria”, enfatizou o secretário Antenor Lopes.
Outro ponto positivo é com respeito ao transporte de alunos pelas vans escolares. Para os pais é mais segurança, uma vez que poderão acompanhar em tempo real onde seus filhos estão e a que velocidade as vans circulam, por exemplo. A previsibilidade dos horários por meio de um aplicativo para celulares, também será possível aos passageiros.

Rio das Ostras: Hospital Municipal ganha reforma em enfermaria e consultório pediátrico

Unidade passa por obras para melhor acolhimento dos pacientes


Esta semana, o Hospital Municipal de Rio das Ostras está concluindo algumas reformas dentro da unidade. A ala com oito salas da Enfermaria Cirúrgica já está pronta e a reforma do Consultório Pediátrico está nos retoques finais. Durante estes sete meses da nova administração, outras obras já foram realizadas dentro do Hospital como as do refeitório, cozinha e sistema de oxigênio.


As oito salas da Enfermaria Cirúrgica receberam pintura, troca de portas que estavam quebradas, conserto de pisos e reparos na instalação de oxigênio. Já no Consultório Pediátrico, além da pintura, divisórias estão sendo instaladas, para que haja o atendimento individualizado dos pacientes.

Segundo a diretora do Hospital Municipal, Heloisa Frassetti, a colocação de divisórias segue uma determinação do Ministério Público. Além disso, uma sala de acolhimento também foi transformada em mais um consultório pediátrico.


A diretora ressaltou que estas reformas representam um grande ganho para o Município, pois o hospital se encontrava com déficit em vários pontos, uma estrutura precária e com falta de insumos e materiais.

“Hoje a unidade com uma estrutura reformada traz uma melhoria para que o munícipe seja bem atendido, em um ambiente mais acolhedor. Mas nada disso seria possível se não tivéssemos uma equipe de trabalho tão comprometida em busca de um objetivo comum. Acredito nos profissionais que estão aqui e, tenho certeza, que vamos conseguir uma Saúde melhor para todos”, completou Heloisa, acrescentando que em breve hospital também voltará com as cirurgias eletivas.   

Marmita, cocô de cachorro, saga Crepúsculo: veja dez roubos inacreditáveis ocorridos no Rio

Resultado de imagem para ladrão memeOs números do Instituto de Segurança Pública (ISP) não deixam dúvida: nunca se roubou tanto no estado do Rio. Em apenas cinco meses, de janeiro a maio deste ano, foram quase 90 mil ocorrências, numa média que supera a marca de uma vítima a cada dois minutos - o aumento no total de casos, na comparação com o mesmo período de 2016, é de 12,1%. Como se não bastasse a explosão na violência, não é exagero dizer que os assaltantes que agem em solo fluminense roubam de tudo. Ou quase tudo, vá lá: de marmita a livro da saga Crepúsculo, de cocô de cachorro aos caninos em si. Veja, abaixo, uma lista com dez dessas crimes inusitados.
- MARMITA
Trata-se da bizarrice mais recente, ocorrida na manhã desta quinta-feira. Uma dupla de ladrões, um deles menor de idade, protagonizou um arrastão em pontos de ônibus nos bairros Laranjal e Pacheco, em São Gonçalo, na Região Metropolitana. Ao todo, 27 pessoas foram roubadas e tiveram que entregar pertences como carteiras, celulares, mochilas e... até mesmo a marmita que levavam para o trabalho. Os dois acabaram detidos, e o conteúdo roubado foi devolvido às vítimas - com as refeições e tudo.
Parte dos pertences levados pelos criminosos em São Gonçalo
Parte dos pertences levados pelos criminosos em São Gonçalo Foto: Divulgação
- ÓCULOS DE GRAU
Há pouco mais de um mês, em meados de junho, uma estudante de 15 anos aguardava para atravessar a rua em Botafogo, na Zona Sul. Dois homens passaram de moto, e um deles arrancou os óculos de grau que a adolescente usava. Nada além do utensílio foi levado.
Local onde estudante teve o óculos roubado, em Botafogo
Local onde estudante teve o óculos roubado, em Botafogo Foto: Reprodução/Google Street View
- MAIS ÓCULOS
Já que o assunto é óculos, nem a estátua do poeta Carlos Drummond de Andrade, em Copacabana, também na Zona Sul, escapa da ação dos criminosos. As lentes de cobre que deveriam repousar sobre a representação do rosto do artista já foram levadas pelo menos uma dezena de vezes. Vale lembrar, inclusive, que vários outros monumentos também são recorrentemente alvo de ações semelhantes.
Óculos na estátua de Carlos Drummond de Andrade são recolocados após um dos vários roubos
Óculos na estátua de Carlos Drummond de Andrade são recolocados após um dos vários roubos Foto: Pablo Jacob/26.01.2016
- CACHORROS
De uma semana pra cá, dois casos envolvendo cães roubados chamaram a atenção dos cariocas. Na última quinta-feira, um casal teve o carro levado durante um arrastão na Rodovia Presidente Dutra, altura do bairro Jardim América, e com ele duas cadelinhas que estavam dentro do automóvel. Cinco dias depois, foi a vez de a caminhonete de uma petshop ser tomada por bandidos em Vicente de Carvalho, também na Zona Norte, colocando dois pequenos poodles sob poder dos criminosos. Por sorte, todos os animais acabaram recuperados - sãos e salvos.
Kaylanne tem 14 anos e estava dentro do carro da petshop que foi roubado, mas acabou recuperada
Kaylanne tem 14 anos e estava dentro do carro da petshop que foi roubado, mas acabou recuperada Foto: Arquivo pessoal
- COCÔ DE CACHORRO
Essa aconteceu em Icaraí, bairro nobre de Niterói. Uma mulher que passeava com seu cãozinho foi abordada por dois adolescente de bicicleta. "Perdeu, tia", gritou um deles, antes de arrancar a sacola que a vítima levava na mão. "Piranha otária", acrescentou o menor, nada delicado, antes de partir em disparada. Detalhe: no saco, só tinha cocô de cachorro. O relato viralizou nas redes sociais.
- MOCHILA DE CRIANÇA (E NA PORTA DO HOSPITAL)
Pacientes e familiares que aguardavam atendimento diante do Instituto Estadual de Diabetes e Endocrinologia (IEDE), no Centro do Rio, na manhã da última quinta-feira, tornaram-se alvo de quatro bandidos — entre eles uma mulher — que chegaram ao local de carro. O bando fez a limpa e levou celulares, carteias, jóias... e até a mochila de uma criança de aproximadamente 10 anos, que veio de Campos com a mãe para se tratar na unidade.
Pacientes foram abordados por bandidos na fila de hospital
Pacientes foram abordados por bandidos na fila de hospital Foto: Fabiano Rocha/20.07.2017
- COM JOYSTICK
Essa aconteceu em junho de 2015, em Campo Grande, na Zona Oeste. Wallace Albuquerque da Conceição, de 28 anos, foi preso em flagrante pelo crime de roubo. O curioso é que, ao abordar a vítima, o assaltante usou um controle de videogame para simular uma arma. É mole?
O joystick utilizando pelo assaltante
O joystick utilizando pelo assaltante Foto: Divulgação
- AO VIVO
Em abril de 2014, uma equipe da Rede Globo realizava uma entrevista sobre o alto número de assaltos no Centro da cidade. Enquanto conversava com a reportagem, uma senhora teve o cordão roubado diante das câmeras. Era a bandidagem agindo ao vivo, sem qualquer constrangimento.
Ladrão puxou cordão de vítima durante entrevista
Ladrão puxou cordão de vítima durante entrevista Foto: Reprodução/Rede Globo
- R$ 550 (EM MOEDAS)
Numa ação audaciosa, que deixou duas pessoas feridas, um bando roubou um carro-forte em pleno estacionamento da Prefeitura do Rio, em junho deste ano. Os assaltantes, contudo, fugiram levando somente um malote com R$ 550. E em moedas.
Vigilante baleado é socorrido após troca de tiros no estacionamento da Prefeitura do Rio
Vigilante baleado é socorrido após troca de tiros no estacionamento da Prefeitura do Rio Foto: Elaine Falquer/Via WhatsApp/07.06.2017
- SAGA CREPÚSCULO
Em agosto do ano passado, o Ciep Alberto Pasqualini, em Paciência, na Zona Oeste, foi invadido por dez homens encapuzados que pularam o muro durante a noite. O bando roubou uma série de itens de valor, como 18 computadores, 15 notebooks, três caixas de sons, um aparelho de ar-condicionado e até cinco extintores de incêndio. Artefatos bem mais prosaicos, entretanto, terminaram por somar-se à lista de prejuízos: quatro livros da saga Crepúsculo, levados da biblioteca.

Sala de informática da escola ficou sem computadores